http://www.viagememcena.com/wp-content/uploads/2012/02/viagem-em-cena-logo.jpg

Amo viajar com meus cachorros. Como já mencionei em post anterior com algumas dicas de transporte de cachorros em viagens, tenho dois schnauzers, o Luigi e a Maggie. E sempre que posso, viajo com eles. Lamentavelmente, tenho muita dificuldade em achar lugares que sejam ‘pet friendly’, que tenham uma boa receptividade com os animais viajantes. Mas, um dos roteiros que mais gosto de fazer com eles é na região de Visconde de Mauá, pois considero o local hospitaleiro com eles. As vilas de Maringá e Maromba são repletas de verde, cachoeiras maravilhosas, trilhas muito agradáveis e muitos, mas muitos cachorros.

Viajar com cachorros

Hospedagem

E, em uma região bastante amigável para levar os pets, há muitos hotéis que aceitam hospedar seus cãezinhos. Por essas razões é que adoro voltar com eles para lá. A minha primeira experiência foi no hotel Refazenda, no período de carnaval. O local é lindo, possui uma área de aproximadamente 40000 m2, ideal para que eles corram e se divirtam bastante enquanto você aproveita a piscina. Para se hospedar com eles é necessário ficar em um dos chalés e se responsabilizar pelos eventuais danos que eles possam causar no hotel. São aceitos somente animais de pequeno porte, mediante uma taxa paga por dia. O grande problema do lugar é o preço não tão convidativo.

Maringá com cachorros

Maringá com cachorros Maringá com cachorros

Na segunda vez que os levei a Maringá, fiquei no hotel Bosque das Azaléias e também gostei bastante da experiência, até porque é mais econômico. Apesar do espaço não ser tão grande quanto o do Refazenda, achei o atendimento bem melhor por lá. Os cachorros também tiveram a liberdade de correr pela área externa comum e brincar tranquilamente.

Viajar com cachorros

Já na terceira vez, alugamos uma casa por temporada. Como fui com toda a família e a quantidade de cachorros era maior, dois meus e dois da minha mãe, preferi ficar em um lugar mais privativo mesmo. Todos nós adoramos, pois a casa era ampla, bem cuidada, muito limpa e com um bom preço. Comportava confortavelmente oito pessoas e era bem perto do centro de Maringá.

Cachorros em Visconde de Mauá

Maringá com cachorros

Passeios

Quanto aos passeios, também foram ótimos. Há muitos cachorros na região, com ou sem donos, mas todos livres. Por isso, é bom ter cuidado, caso seu cão seja um baixinho abusado igual ao Luigi. É bom fazer uma caminhada com eles às margens do rio, que além de se beneficiar com o valor cênico, é possível também se refrescar um pouco. Também recomendo visitar o criadouro de trutas, o Truta Rosa, e a cachoeira Santa Clara, tranquila e linda. Infelizmente, da última vez que fui o parque do Alcantilado, local privado com nove cachoeiras e um mirante lindo, eles não estavam mais permitindo a entrada de animais por estarem incomodando alguns frequentadores. Mas acho que vale a pena ligar antes e perguntar se essa informação ainda procede, pois pode ser que mude. A entrada é paga por pessoa.

Visconde de Mauá Visconde de Mauá com cachorros

Visconde de Mauá

Visconde de Mauá com cachorros

Restaurantes

Quanto aos restaurantes, há diversos que possuem uma varanda com mesas disponíveis e que permitem a permanência de animais nessa área. Sempre que você vir algum com área externa, pergunte antes se o seu pet pode ficar. Muitos deles fazem o possível para te receber bem. Você pode amarrar a guia dos cachorros no pé da mesa e continuar com a sua refeição normalmente, sem nenhum problema. Um que gosto muito e sempre volto é o Marioca Bistrô (vende lanchinhos, com destaque para a deliciosa tapioca, sopas e comidinhas em geral) e o restaurante Dom Corleone.

Maringá com cachorros

À noite, costumo deixar os bichanos no hotel e jantar no quentinho mesmo. Recomendo o bistrô das meninas, muito bom. Reúne comidinhas deliciosas e uma livraria bem charmosa. Mas, para deixá-los sozinhos, deixe sempre a caminha deles à disposição, um brinquedinho e algum desses ossinhos de couro para eles se distraírem e não incomodarem os outros hóspedes e vizinhos com alguma choradeira ou latição até você voltar. Você também vai precisar deixá-los sozinhos quando for tomar café-manhã, pois geralmente os hotéis não permitem os animais no restaurante. Então, se prepare para possíveis momentos de saudade.

Mesmo com todos esses cuidados, experimente viajar com seus cachorros um pouco. Afinal, sair da rotina e se divertir é sempre bom. E essa é uma ótima oportunidade para ficar mais tempo com eles e curtir um lugar especial com companhias muito agradáveis.

Visconde de Mauá com cachorros

 

Viciada assumida em viagens. Turismóloga, especialista em Jornalismo Cultural e doutoranda em Comunicação. Em suas andanças, sempre busca conhecer as diversas culturas e se encantar com os mais belos cenários.

Facebook Twitter  

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...