http://www.viagememcena.com/wp-content/uploads/2012/02/viagem-em-cena-logo.jpg

Com a chegada da estação das flores e após o sucesso do post sobre lugares para aproveitar no verão carioca, resolvi fazer um post parecido com dicas para curtir a primavera no Rio de Janeiro. Eu, particularmente, adoro essa estação, pois acho que os dias são mais bonitos, coloridos, com o clima mais agradável. Ainda que já saibamos que o calor na cidade pode ser bem cruel até mesmo fora do verão, acho que a primavera ainda é mais bonita e gostosa. Por isso, compartilho dicas de passeios que gosto muito de fazer, sobretudo nesta época em que os jardins estão mais floridos.

Primavera no Rio de Janeiro

Museu Casa de Rui Barbosa

Este lugar tão especial e bonito em Botafogo não pode faltar na sua lista de passeios de primavera no Rio de Janeiro. Conheci a casa deste personagem tão importante este ano ainda e realmente me encantei. O que eu não sabia é que iria trabalhar lá pouco tempo depois no grupo de pesquisa em turismo. Estou adorando produzir em um lugar tão maravilhoso como este e com pessoas tão agradáveis.

Este é o primeiro museu casa do Brasil e abriga verdadeiras relíquias do jurista, jornalista e político Rui Barbosa. Além disso, o espaço conta também com um jardim belíssimo. Muitos moradores de Botafogo aproveitam essa área verde para passear com os filhos, relaxar e espairecer. Quebra a rotina de trabalho na hora do almoço. Você ainda pode fazer uma visita mediada que explica toda a história do patrono Rui. Os ingressos para o museu custam R$2,00 de terça a sábado e aos domingos é gratuito. Às segundas o museu fecha. O jardim fica aberto todos os dias de 08 às 18hrs e é gratuito.

Casa de Rui Barbosa Casa de Rui Barbosa

Jardim Botânico

Um dos cartões-postais da cidade, o jardim botânico também é uma ótima opção para visitar na primavera no Rio de Janeiro. O espaço é um grande centro de pesquisa em botânica e existe desde 1808. Pois é, ainda na época de D. João. Lá estão preservadas diversas espécies da nossa flora e a Escola Nacional de Botânica Tropical.

Mas lá também ocorrem visitações mediadas que explicam a história e características dos recursos naturais e culturais do atrativo por meio das diversas trilhas existentes. Como essas trilhas possuem diversas informações e o Jardim disponibiliza mapas, também é possível percorrer o ambiente sozinho mesmo. Lá também está localizado o museu do Meio Ambiente, o museu Casa dos Pilões e o teatro Tom Jobim, palco de grandes apresentações. Os ingressos para o parque custam R$7,00 e a visitação ocorre às segundas-feiras, de 12 às 17h, e de terça a domingo, das 8h às 17h.

Rio de Janeiro - Jardim Botânico com logo

Parque Lage

Localizado próximo ao Jardim Botânico, o Parque Lage é também uma área que abriga muitas espécies da nossa flora. Já foi cenário de videoclip estrangeiro em razão da sua beleza e abriga uma Escola de Artes Visuais bastante requisitada. O local é ideal para passear com a família, fazer piqueniques, trilhas ecológicas ou curtir um delicioso café-da-manhã no requisitado Café Du Lage nas intermediações do belo palacete do início do século XX. O parque funciona diariamente, das 8h às 17h e também conta com visitas mediadas.

Parque Lage Fonte: http://www.eavparquelage.rj.gov.br/

Museu da República

Assim como o Museu Casa de Rui Barbosa, também mantém um jardim histórico muito bonito. O palácio do Catete, sede do poder executivo no Brasil quando o Rio de Janeiro ainda era a capital, é o local onde Getúlio Vargas viveu e se matou e guarda muitas lembranças da nossa história. Retrata a formação da república brasileira.

O jardim do palácio também surpreende e é bem procurado pelos cariocas que descansam e se divertem ali. Muitos eventos culturais ocorrem neste espaço com frequência. O funcionamento do museu é de terça a sexta, das 10h às 17h e aos sábados, domingos e feriados, de 14h às 18h. Os ingressos custam R$ 6,00. Às quartas-feiras e domingos a entrada é gratuita. O jardim fica aberto diariamente, de 8h às 20h, e a entrada também é gratuita.

Museu da República

Foto: Equipe Museus do Rio, http://www.museusdorio.com.br

Voo de Asa Delta

Esse é o tipo de passeio bem relaxante para quem não tem medo de altura. Quer coisa melhor que se sentir como um pássaro, admirar a vista linda do Rio de Janeiro e ainda aproveitar o calorzinho mais ameno desta época do ano? Com saída de São Conrado, o instrutor sobe com você até a pedra da Gávea, te ensina as etapas básicas do voo duplo e pronto, você está preparado para voar. Essa minha experiência foi há muito tempo atrás, mas quero repetir certamente em breve. A primavera é uma boa época para curtir o passeio, pois as temperaturas ainda não são das mais altas e os dias costumam ser lindos. A aventura dura entre 10 a 30 minutos, dependendo das condições climáticas e custa em torno de R$350,00.

Asa Delta

Floresta da Tijuca

Programão para o a primavera no Rio de Janeiro. A floresta possui várias trilhas com diferentes níveis de dificuldade. Recebe muitas pessoas diariamente que aproveitam o espaço também para fazer leves caminhadas, piqueniques, relaxar e também participar dos variados eventos que ocorrem por lá. Neste período do ano, as árvores estão mais coloridas, deixando o visual ainda mais bonito. Mas tome cuidado, pois algumas trilhas exigem o acompanhamento de um guia local.

Trilha floresta da Tijuca Floresta da Tijuca

Parque das Ruínas

Localizado em Santa Tereza, o Parque das Ruínas é uma boa opção de passeio para a primavera no Rio de Janeiro porque também possui uma área verde muito atraente, que nessa época fica mais bela. A vista para a cidade também é uma grande atração, mas o parque também oferece exposições, muitas atividades e eventos culturais. O que antes era o palacete onde morava Laurinda Santos Lobo, uma das mais famosas mecenas da cidade, hoje é uma estrutura linda e recriada artisticamente com base nas ruínas que ainda sobrevivem ao tempo. Relembra o período modernista, pois foi palco de saraus e encontros frequentados por Villa Lobos, Tarsila do Amaral e João do Rio. Funciona de terça à domingo, de 08 às 20hrs e a entrada é gratuita.

Fonte: https://www.facebook.com/parquedasruinas

Fonte: https://www.facebook.com/parquedasruinas

Viciada assumida em viagens. Turismóloga, especialista em Jornalismo Cultural e doutoranda em Comunicação. Em suas andanças, sempre busca conhecer as diversas culturas e se encantar com os mais belos cenários.

Facebook Twitter  

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...