http://www.viagememcena.com/wp-content/uploads/2012/02/viagem-em-cena-logo.jpg

A Tailândia já é destino conhecido de muitos brasileiros que buscam praias paradisíacas e incríveis paisagens a preços muito baixos. Mas a cultura tailandesa é também encantadora e atrai turistas dos mais variados lugares que queiram vivenciar um pouco desse modo de vida. O exotismo dos costumes aguça a curiosidade dos turistas, ávidos por elementos fora do padrão ocidental.

Cultura Tailandesa - templo

Religião

A grande maioria da população tailandesa segue a religião budista, em especial, do tipo Theravada. Essa filosofia do budismo reforça o potencial dos praticantes para alcançarem o nirvana, o estado de puro, a reencarnação. Os habitantes seguem tanto o budismo que, para suprir toda essa demanda, foram construídos aproximadamente 18.000 templos, o que embeleza muito as cidades, sem dúvida. E para que o turista não seja inconveniente e não desrespeite a religião alheia, é preciso seguir certas condutas, como não tirar fotografias em que a figura do Buda fique abaixo das pessoas; não apontar os pés na direção das imagens do Buda e vestir-se apropriadamente para entrar no templos. As pernas devem estar cobertas, os pés descalçados e é bom evitar camisetas. Eu, por exemplo, não segui as duas primeiras regras por ignorância e fui chamada a atenção. Mico total!

Buda deitado

Buda deitado

Culinária

A gastronomia tailandesa é uma atração a parte. Muitas especiarias, cores, misturas inusitadas de doces e salgados e muito, mas muito arroz. Até mesmo no café-da-manhã, pasmem. Em todas as cidades pelas quais passamos, o buffet de café-da-manhã era semelhante ao nosso almoço. Já o almoço deles já é mais levinho, invertendo os costumes. Há também os tradicionais insetos fritinhos, atração para os gringos, que eu não tive coragem de experimentar. Sem dúvida, a gastronomia foi para mim uma grande aula de cultura tailandesa. Fiz outro post que descreve um pouco mais sobre a culinária do sudeste asiático.

Cultura Tailandesa - gastronomia

Hospitalidade

Estou para ver ainda um pessoal tão feliz e sorridente como os tailandeses. Eles riem de tudo, são atenciosos e muito hospitaleiros. a alegria parece fazer parte da cultura tailandesa. Em minha passagem pelo país, percebi raros indivíduos que não poderiam ser descritos dessa forma. Mas, como sempre existe o lado negro da força, é também fácil se deparar com motoristas de Tuk-Tuks (veículo típico asiático, um tipo de triciclo) que exploram turistas e levam para lugares já combinados para receberem comissão.

Política

Na Tailândia há ainda a figura do rei, bastante querido entre muitos, através do regime monárquico constitucional. Ninguém fala mal do rei, pelo menos não em público. Mas, de fato quem governa é o primeiro-ministro, e com ele já não há essa admiração toda. O problema é que há uma grande crise política no país que resulta em muitos conflitos e em alternâncias entre governos civis e militares. Eu mesma já fui afetada por isso, já que uma vez tive que cancelar minha viagem no último minuto, em função das manifestações dos camisas vermelhas que tiveram como consequências muitas mortes e toque de recolher para a população. No momento, o exército mantém o poder, mas o clima ainda está bem tenso.

Cultura tailandesa - rei e rainha

Rei e rainha

Castelo do rei

Castelo do rei

Organização e higiene

Em geral, achei a Tailândia bastante limpa e organizada. É claro, existem áreas mais bagunçadas e sujas, mas me surpreendi com o que vi na maior parte da viagem. O turismo na Tailândia é muito organizado, os profissionais das agências de receptivos que contratei foram todos muito atenciosos e  prestaram um serviço de qualidade. Há também muitas opções de transportes para cruzar o país e tudo com preços tentadores. Minha principal objeção é a exploração excessiva de alguns animais. Na capital Bangcoc, por exemplo, há a oferta de passeios em elefantes pintados que estão visivelmente dopados. Outro local bem polêmico é o Templo dos Tigres, em que é possível abraçar os animais para tirar fotos. Preferi não ir.

Tsunami

A Tailândia sofreu em 2004 uma catástrofe natural que devastou o sul do país, o temido tsunami. Por essa razão é possível avistar em muitas ilhas, placas indicativas da zona de fuga. E o terrível acontecimento não é lembrado  somente pelas placas, mas também pelos rastros de destruição que ainda podem ser vistos, mesmo depois de tanto tempo.

Cultura Tailandesa - tsunami

Etnias

Há diversas etnias na Tailândia, especialmente na região norte do país. Algumas refugiadas do Myanmar, como a tribo Karen das mulheres-girafa, e outras tailandesas mesmo.  E essa mistura aumenta a riqueza cultural, mas também é muito impactada pelo turismo que é praticado sem tantos cuidados nessas áreas, como explico melhor em outro post. E a pluralidade cultural pode ser percebida pela diversidade de roupas típicas, por seus ornamentos, pelos idiomas e costumes variados.

Cultura tailandesa

Em minha viagem, aprendi muito sobre a cultura tailandesa que me impressionou tanto. Considero o país mais interessante que visitei até o momento pelo conjunto dos atrativos culturais e naturais. Amei cada experiência, cada momento. Espero voltar em breve para esse lugar tão especial e recomendo a visita para os exploradores culturais como eu.

Leia mais sobre a Tailândia clicando aqui.

Viciada assumida em viagens. Turismóloga, especialista em Jornalismo Cultural e doutoranda em Comunicação. Em suas andanças, sempre busca conhecer as diversas culturas e se encantar com os mais belos cenários.

Facebook Twitter  

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

  • Ana

    Adorei! Estou vendo alguns países para onde desejaria fazer meu intercâmbio de um ano e você me ajudou muito! Muito obrigada! 😀

  • thais_unirio

    Obrigada Ana, que bom que gostou. Tenho uma vontade louca de voltar pra lá, imagine por um ano. Sonho. rsrs

  • Karoline Sales

    Oi thais, me chamo Karol! Estou programando uma viagem p Tailandia, e queria saber se podemos entrar em contato para que por gentileza vc podasse me ajudar, me dar dicas de locais e etc. Agradeco, beijos

  • thais_unirio

    Oi Karoline, fique à vontade. Que tipo de dica você quer? Pergunte aí, os comentários enriquecem ainda mais os posts. Bjos!