http://www.viagememcena.com/wp-content/uploads/2012/02/viagem-em-cena-logo.jpg

A Nova Zelândia já é bem conhecida por suas atividades radicais, especialmente pelos saltos de bungee jump em locais paradisíacos. E eu, como adoro essas maluquices, já queria experimentar a sensação. Mas, o que eu ainda não conhecia era a modalidade swing. E já fazendo um parêntesis pessoal, não confundam com outra coisa. Não é esse tipo de swing que você está pensando. Estou me referindo ao salto de um penhasco, lindo por sinal, em que você fica balançando – por isso o nome canyon swing – e curtindo todo o visual maravilhoso que a Nova Zelândia tem a oferecer.

Shotover Canyon Swing Queenstown

Pois então, quando descobri esse salto diferente, me identifiquei bastante e optei por esta versão diferenciada do famoso e mais tradicional bungee jump. Reservei antecipadamente uma data com a empresa Shotover Canyon Swing, que fica no centro de Queenstown. O preço é salgado, $215,00 (dólar neozelandês que convertendo fica em torno de R$500,00). Neste valor está incluído o salto, o transporte do centro de Queenstown até o penhasco, mais uma caroninha para um acompanhante seu, só pra ficar vendo. Pagando $35 a mais você pode optar por saltar novamente. Contudo, a experiência é muito boa, acho que vale a pena.

Canyon Swing Canyon Swing

São várias opções de salto, de costas, de frente, sentado em uma cadeira, em dupla, etc. Cada um com um grau de dificuldade diferente, medido pela quantidade de cuequinhas que é desenhado, vai de uma a cinco. Eu escolhi o chamado Gimp boy goes to Hollywood, com cinco cuequinhas, em que a saída é de cabeça para baixo. E, sendo sincera, achei tenso. Eu não tenho medo de altura, mas confesso que quando fiquei de cabeça para baixo pensei em desistir. Mas já era tarde, a corda já tinha se soltado. E pensei várias coisas ao mesmo tempo. Que iria morrer, que era a pessoa mais feliz do mundo, que aquele lugar era lindo. Por um momento achei até que já tivesse morrido e aquele lugar era o céu. Bem, fiquei balançando, balançando até a corda perder o impulso lentamente. E depois, retornei ainda meio tonta, achando tudo aquilo maravilhoso. Amei!

Canyon Swing

 

Canyon Swing

Canyon Swing

As fotos e o vídeo são comprados a parte. O Wellington chegou a tirar várias fotos minhas, mas o ângulo não era muito bom. Então resolvi comprar as deles mesmo. Os preços estão disponíveis no site da empresa, para ver clique aqui.

Para sentir um pouco como foi a experiência, confira o vídeo produzido pela empresa. É bem legal, mas um pouco longo. Para ver o meu salto coloque direto no momento 02:10. MEDA!!!!

Veja mais dicas de atrações em Queenstown aqui. Para conferir todas as postagens da Nova Zelândia, clique aqui.

* Agradeço à empresa Shotover Canyon Swing e à 100% Pure New Zealand pelo desconto obtido na atração. Todo o relato aqui declarado é pessoal e verídico, sem quaisquer interferências dos apoios recebidos.

Viciada assumida em viagens. Turismóloga, especialista em Jornalismo Cultural e doutoranda em Comunicação. Em suas andanças, sempre busca conhecer as diversas culturas e se encantar com os mais belos cenários.

Facebook Twitter  

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...